A Azeitona

Existem centenas de variedades de azeitona nas diversas regiões produtoras. A Itália é a região que mais possui variedades com mais de quatrocentas, enquanto a Grécia que também é um grande produtor possui apenas 9.

 

Algumas espécies estão associadas a cada país, seja pela origem ou pela predominância de cultivo. Isso acontece com a Galega em Portugal, a Hojiblanca e a Picual na Espanha, Frantoio na Itália e Koroneike na Grécia.

 

As principais diferenças entre as variedades estão relacionadas ao plantio (resistencia a pragas, produtividade, tempo plantio-colheita, finalidade (consumo do fruto ou produção de azeite) e a propria composição do fruto. Algumas variedades são mais produtivas, outras mais resistentes. Algumas são amargas e outras doces. Algumas são mais propícias ao azeite e outras mais para consumo como azeitona.

 

Portanto, dada  a variedade e particularidades,  o produtor escolhe a espécie em função do mercado que quer atingir e no caso do azeite, que característica quer obter no seu produto (mais intenso, intermediário ou suave). O mais comum é encontrar produtores que plantam mais de uma variedade para elaborar produtos que são blends de espécies e que visam agradar à média dos consumidores.

 

Veja um artigo da Companhia do azete que descreve alguma variedades conhecidas no Brasil

 

Veja  também um artigo da Rua do Alecrim que descreve as variedades de azeitonas gregas.

AZEITE PREMIUM